sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

Capitulo VIII

(Jacob)
Transformei-me e reuni-me com a alcateia, tentei ao máximo não pensar na Renesmee, mas sabia que a Leah estaria sempre à escuta. Afastei todos os pensamentos da cabeça, e transmiti o importante.
Bom Dia, como sabem tivemos visitas de dois vampiros, um dos quais ainda está em casa dos Cullens. Bem, o que tenho de transmitir é o seguinte, um vampiro chamado Richard está a tentar acabar com o poder dos Volturi e formar o seu próprio exército. O seu inicial plano era levar a Renesmee, como sabem, o que acabou por não acontecer, pois ele não viu nada na Nessie que lhe despertasse. O que interessa é que daqui por 4 meses ele deverá voltar. Tenham cuidado. Assim que souber de novidades aviso.
Hei, Jake, espera.
– O que é que esta queria agora?
Diz, Leah.
O que se passa contigo? Agora já só te transformas quando tens novidades e já nem vens visitar-nos a La Push. O teu pai deve ter saudades, não achas? A tua vida agora é só a Renesmee.
E o que tens a ver com isso, Leah? Bem, eu tenho de ir embora.
Adeus Jacob. Vê se apareces.
Dirigi-me até a casa dos Cullens, não sabia bem como reagir a tudo isto. Primeiro, tinha de falar com a Nessie para decidir o que iria fazer. Não a queria fazer sofrer, e queria-a ter nos meus braços, tal e qual como em bebé.
- Jake, precisamos de falar. – Nessie deu-me um abraço e subimos.
- Renesmee …
- Não, Jake, vais me deixar falar. – Acenei com a cabeça. – Jake, é assim, tu sabes que eu sempre gostei muito de ti, mesmo antes de nascer, gostei de ti enquanto estava na barriga da minha mãe. Jacob, o que se passou ontem, se quiseres eu esqueço. Para mim foi importante e maravilhoso, eu amo-te. A partir de agora és tu que escolhes, como me queres ter na tua vida. Se queres que eu seja tua melhor amiga, ou algo mais... Se não quiseres, eu compreendo e não nos irá afectar, prometo.
- Nessie…
- Diz, não tenhas medo de me magoar.
- Bem, depende de aquilo que achares que é magoar-te. Ia escolher a segunda opção. Sim, Renesmee, eu quero que sejas minha namorada, mas se achas que assim te estou a magoar. – e riu-me.
Depois, aproximei-me dela e envolvi-lhe a cintura com as minhas quentes mãos, ela agarrou-me a face e beijámo-nos, sabia que íamos ficar sempre juntos, para sempre.

2 comentários:

  1. Adorei, mas como já sabes eu estou a amar!!
    A partir de hoje, para tu saberes que sou eu, vou começar a assinar!!

    Beijos:*
    Catarina F.

    ResponderEliminar
  2. AMEI!!! <3

    ... e agora é para continuar... xDD

    Beijos:*
    Catarina F.

    ResponderEliminar